Planalto lança campanha de R$ 40 milhões para promover ações do governo

Redação Brasil
Read Time1 Minute, 8 Second

Secretário especial de Comunicação Social da Secretaria de Governo, Fabio Wajngarten, durante cerimônia para lançar campanha publicitária.© Carolina Antunes/PR Secretário especial de Comunicação Social da Secretaria de Governo, Fabio Wajngarten, durante cerimônia para lançar campanha publicitária.

O governo federal lançou na tarde desta 4ª feira (18.dez.2019) a campanha Agenda Positiva Regional 2019, que terá custo de R$ 40 milhões. Com slogan “Aqui é Brasil”, a ação pretende ampliar a divulgação das medidas do Poder Executivo. Será composta de 4 filmes de veiculação nacional e 45 filmes regionais a serem veiculados em TVs, rádios, cinemas, internet e jornais.

De acordo com o secretário especial de Comunicação Social, Fabio Wajngarten, 64% desses R$ 40 milhões serão destinados a veículos de comunicação regional. As peças serão divulgadas de 18 a 30 de dezembro e de 6 a 19 de janeiro.

Durante o lançamento da campanha, Wajngarten reclamou que herdou uma dívida de R$ 180 milhões em contas abertas com veículos de comunicação quando chegou ao cargo, em abril.

“A Secom [Secretaria de Comunicação] se organizou, auditou e vem retirando esses atrasos. Até onde sei, não há mais nenhum saldo pendente. A gente quitou”, afirmou ele.

Para 2020, a Secom conseguiu cerca de 50% do que pediu. De acordo com o Orçamento aprovado pelo Congresso na 3ª feira (17.dez), foram definidos “R$ 185 milhões ou R$ 190 milhões”, nas palavras do secretário especial. Wajngarten disse que a secretaria solicitava verba de R$ 370 milhões.

0 0

About Post Author

Redação Brasil

Jornalista - MTB -0077859/SP
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Lula diz que conta com PCdoB, PSOL e ‘uma parte’ do PDT para 2022

RIO – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira, 18, em evento em apoio à cultura no Rio, que vai voltar em 2022 e que a prisão de 580 dias em Curitiba não o deixou mais radical, e sim mais consciente das mazelas brasileiras. Em discurso de cerca de […]

Subscribe US Now